Revistas

Revista Em Pauta

Teoria social e realidade contemporânea é um veículo de divulgação científica da Faculdade de Serviço Social da UERJ e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social. Seu foco está voltado para a compreensão de determinações e contradições sócio-históricas que envolvem a esfera da política e o mundo do trabalho, com destaque para as lutas sociais no Brasil e nos países hispano-americanos. A revista Em Pauta é um espaço de troca de idéias e críticas produzidas em diversos contextos e continentes, além de ser canal de debate e interlocução sobre os fundamentos e experiências da profissão.

Acesse: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaempauta/issue/current


Revista Katálysis

A Revista Katálysis, criada em 1997, com periodicidade quadrimestral, Qualis/Capes: A-1 Serviço Social destina-se à publicação de artigos científicos originais sobre assuntos atuais e relevantes no âmbito do Serviço Social, áreas afins e suas relações interdisciplinares. Cada edição focaliza uma unidade temática, tendo em vista sua importância dentro do contexto social contemporâneo, mas abre espaço também para trabalhos que tratem de temas livres. A revista é vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e ao de Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Acesse: https://periodicos.ufsc.br/index.php/katalysis/index


Revista Praia Vermelha

A Revista Praia Vermelha é uma publicação semestral do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, cujo objetivo é construir um instrumento de interlocução com outros centros de pesquisa do Serviço Social e áreas afins, colocando em debate as questões atuais, particularmente aquelas relacionadas à “Questão Social” na sociedade brasileira.

Acesse: https://revistas.ufrj.br/index.php/praiavermelha

 

Argumentum

Argumentum foi uma publicação semestral de 2009 a 2015, passando a quadrimestral a partir de 2016. É vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Política Social da Universidade Federal do Espírito Santo. Classificada como A2, pelo Qualis Periódicos. De natureza acadêmica, possui caráter interdisciplinar e propõe-se a publicar pesquisas, artigos e discussões nos eixos Política social, Estado e Sociedade e suas diversas interações. Também abre espaços a outros trabalhos de relevância para a temática, segundo as Políticas de Seção.

A missão da revista é Ser um periódico de excelência na área de Serviço Social por meio da publicação de pesquisas, artigos e discussões nos eixos Política social, Estado e Sociedade e suas diversas interações.

Acesse: http://periodicos.ufes.br/argumentum

 

Revista Temáticas

A Revista TEMÁTICAS publica trabalhos originais de alunos, professores e pesquisadores em Ciências Sociais, na forma de artigos, resenhas, entrevistas, comunicações e traduções. Serão aceitas resenhas de livros que tenham sido publicados no Brasil, nos dois últimos anos, e no exterior, nos quatro últimos anos.Prioritariamente, os trabalhos devem ser redigidos em português ou espanhol. O Resumo e as Palavras-chave, que precedem o texto, escritos no idioma do artigo; os que sucedem o texto, em inglês (Abstract/Keywords).É permitida a reprodução parcial ou total dos trabalhos da Revista TEMÁTICAS em outras publicações ou sua tradução para outro idioma, desde que citada a fonte original.A publicação de artigos não é autorizada aos membros do Conselho Editorial da Revista TEMÁTICAS.

Acesse: https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/tematicas

 

Revista Scielo

Tem como missão dar visibilidade à produção acadêmica e profissional de assistentes sociais e de pesquisadores de áreas afins, bem como contribuir com o debate e o aprofundamento crítico e analítico da teoria social, enfocando, preferencialmente, temas que dizem respeito à realidade brasileira e latino-americana.

Publicação de Cortez Editora Ltda

Acesse: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issues&pid=0101-6628&lng=pt&nrm=is

 

Periódicos

De acordo com a política editorial, a Revista SER Social destina-se à publicação de trabalhos científicos sobre assuntos atuais e relevantes no âmbito do Serviço Social, da Política Social, áreas afins e suas relações interdisciplinares. Cada edição focaliza uma unidade temática, previamente definida pelo Colegiado da Pós-Graduação em Política Social do SER/IH/UnB, tendo em vista sua importância dentro do contexto social contemporâneo.

Acesse: http://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social

 

Revista de Serviço Social

A Revista de Serviço Social é uma publicação dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Serviço Social – Mestrado, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, Campus de Toledo, sob a coordenação do Conselho Editorial, e de execução técnica da Editora e Gráfica Universitária – Edunioeste.

Foi uma publicação indexada na versão impressa, Caderno de Serviço Social - ISSN 1676-1022 desde 1997 e chegou à oitava edição em 2016. A partir de 2017, a Revista de Serviço Social torna-se uma publicação de fluxo contínuo, na versão on-line e de periodicidade semestral. Os artigos, entrevistas, resenhas, traduções e homenagens a serem publicados devem ser originais e inéditos no Brasil, em temas variados, contemporâneos das áreas das Ciências Sociais Aplicadas, Serviço Social, Ciências Humanas e áreas afins.

Acesse: http://e-revista.unioeste.br/index.php/revistadeservicosocial

 

Revista Serviço Social & Realidade

A Revista Serviço Social & Realidade, v. 17, n. 1, apresenta esta diversidade de conteúdos na perspectiva de dialogar com temas diferentes e desafiantes, oriundos das expressões da questão social como, também, na perspectiva em atender a diretriz das Linhas de Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Serviço Social, Faculdade de História, Direito e Serviço Social – FHDSS – UNESP, campus de Franca, a pluralidade.

Com a assertiva de que a convivência de visões opostas tem que se dar na e pela afirmação franca de cada uma delas, a Revista mostra reflexões de 18 autores sendo 13 deles integrados a diferentes cursos e faculdades do território brasileiro e cinco pertencentes ao corpo docente e discente do PPGSS, enquanto espaço de socialização de sua expressiva produção científica.

É inegável a contribuição do Periódico às interlocuções teórico-práticas dos elementos constitutivos do Serviço Social, o trabalho, a ética, a pesquisa, a gestão, os fundamentos teóricos e técnicos que informam a construção do pensamento e se traduzem em ações concretas, objetivas, nos mais diversos campos de atuação profissional do assistente social.

Saudamos a todos os autores que colaboraram para esta edição destacando, de forma especial, os Professores Pedro Demo e Vicente de Paula Faleiros, que muito tem contribuído para as reflexões da profissão.

Acesse: https://ojs.franca.unesp.br/index.php/SSR

 

Caderno de Serviço Social

O Caderno de Serviço Social é uma publicação dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Serviço Social da Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus de Toledo.

Trata-se de um periódico editado na versão impressa desde 1997 (ISSN 1676-1022). Nesta nova fase, apresenta-se também na versão eletrônica, de fluxo contínuo e com periodicidade semestral. Os artigos publicados, resultantes de pesquisas, ensaios, projetos, relatos de experiência, entrevistas, resenhas, comunicações e homenagens, são originais e inéditos no Brasil, abordam debates e diálogos de temas variados, contemporâneos, da área das ciências sociais e humanas, áreas afins, com centralidade na área de conhecimento do Serviço Social – Fundamentos do Serviço Social e Serviço Social Aplicado.

As edições do Caderno de Serviço Social possibilitam a discussão de temas variados, contemporâneos, às demandas da grande área de conhecimento das ciências sociais e humanas, áreas afins, com centralidade na área do conhecimento do Serviço Social - Fundamentos de Serviço Social e Serviço Social Aplicado. Destina-se a interlocuções de debates, diálogos e intercâmbios de conhecimentos e saberes que possam ampliar e qualificar as intervenções sociais, podendo eventualmente definir temas específicos e edições de caráter extraordinário.

Acesse: http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadservicosocial

 

Revista Temporalis

A Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS) é uma entidade Acadêmico Científica que coordena e articula o projeto de formação em serviço social no âmbito da graduação e pós graduação. Dentre os seus princípios fundamentais está a defesa da universidade pública, gratuita, laica, democrática, presencial e socialmente referenciada.

Acesse: http://www.abepss.org.br/revista-temporalis/

 

O Serviço Social na cena contemporânea

Marilda Villela Iamamoto
Professora titular da Faculdade de Serviço Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Acesse: http://ava.unit.br/dokeos/conteudo/pdf/SS_Conteporaneidade.pdf

 

Parâmetros para Atuação de Assistentes Sociais na Política de Assistência Social

Série
Trabalho e Projeto Profissional nas Políticas Sociais
Brasília (DF) - 2011

O documento tem como referência as normas reguladoras do Serviço Social, sobretudo os valores e princípios do Código de Ética Profissional, as atribuições e competências asseguradas na Lei de Regulamentação da Profissão (Lei 8662/1993), na Resolução CFESS 493/06 e nas Diretrizes Curriculares do Serviço Social, elaboradas pela Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS).

Acesse: http://www.cfess.org.br/arquivos/Cartilha_CFESS_Final_Grafica.pdf

 

Subsídios para o Debate sobre Serviço Social na Educação

O presente documento tem a finalidade de, a partir do acúmulo teórico e político da categoria, construído em especial nas duas últimas décadas, sobre a inserção do Serviço Social na educação, contribuir para o aprofundamento da reflexão sobre uma concepção de educação coerente com o projeto ético- político profissional que, por sua vez, oriente o debate das particularidades do trabalho do/a assistente social nesta política pública, assim como as ações profissionais, no sentido de fortalecer as lutas sociais em defesa de uma educação emancipadora.

Acesse:  http://cfess.org.br/arquivos/subsidios-servico-social-na-educacao.pdf

 

O trabalho do assistente social na esfera estatal

Colaborar para a reflexão sobre o trabalho do assistente social na esfera estatal, em suas diferentes instâncias de poder, na perspectiva de ampliação da esfera pública de direitos, em um difícil contexto que vem interpelando o Serviço Social frente às novas manifestações e expressões da questão social, resultantes das transformações do capitalismo contemporâneo: o aprofundamento da desigualdade social, o desemprego estrutural e a precarização das relações de trabalho, a reforma conservadora do Estado, os processos de redefinição dos sistemas de proteção social e da política social.

Acesse: https://www.unifesp.br/campus/san7/images/servico-social/Texto_Raquel_Raichelis.pdf

 

A ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL NA HABITAÇÃO SOB A ÓTICA DOS NOVOS ESPAÇOS SÓCIO OCUPACIONAL

O presente artigo tem por objetivo mostrar a atuação do Assistente Social na área habitacional, decorrente da ampliação dos espaços sócio ocupacional do Serviço Social. O mesmo traz uma abordagem do desenvolvimento da profissão por meio do processo histórico desde o seu surgimento – vinculado a Igreja Católica – os momentos de ampliação e consolidação da profissão que reflete no amadurecimento da profissão, a saber: o Código de Ética do Assistente Social, o Terceiro Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais, a Lei de Regulamentação da Profissão e Currículo Mínimo aprovado em 1982, até os dias atuais. Além da abordagem do aumento das expressões da questão social necessitando da atuação do Assistente Social nos novos espaços sócio ocupacionais destes profissionais, principalmente na área habitacional. Focalizando o processo de trabalho desse profissional por meio das políticas e programas ha- bitacionais que têm como objetivo principal amenizar a desigualdade social, demonstrado por meio da explanação do processo de trabalho do assistente social na habitação, o surgimento e desenvolvimento da atuação deste profissional na área habitacional, suas principais atribuições e objetivos nesse novo espaço sócio ocupacional.

Acesse: https://periodicos.set.edu.br/index.php/cadernohumanas/article/viewFile/1011/715

 

Política Social e Serviço Social: os desafios da intervenção profissional

Este artigo discute política social e Serviço Social e os desafios que esta relação apresenta para a intervenção profissional. Enfatiza o florescimento e o aprofundamento desse debate ao longo das duas últimas décadas do século 20, e a sua consolidação no início do século 21, que se expressam através da consistente produção de conhecimento e da inserção peculiar dos órgãos representativos da categoria profissional no processo de luta pela institucionalização das políticas públicas compatíveis com os valores contidos no Código de Ética Profissional dos assistentes sociais. O enfoque maior recai sobre a questão da intervenção dos assistentes sociais, no campo da política social, ao implementar o projeto profissional, comprometido com a defesa dos direitos sociais de caráter universal. Nessa perspectiva, trata a política social como um campo contraditório, permeado por interesses e projetos societários antagônicos, no qual se reatualizam questões diretamente articuladas à especificidade e à autonomia profissional.

Acesse: http://www.scielo.br/pdf/rk/v16nspe/05.pdf

 

O Serviço Social no campo da saúde do trabalhador: uma análise da atuação profissional

Este trabalho analisa de forma aproximativa a atuação profissional do (a) assistente social no campo da saúde do trabalhador objetivando fomentar esse debate na área de Serviço Social, de forma a se pensar possibilidades e estratégias de intervenção, articulação e ampliação da autonomia nos espaços organizacionais.

Acesse: http://bdm.unb.br/bitstream/10483/8358/1/2013_NataliaPereiraCaixeta.pdf

 

Atuação do Serviço Social na Saúde Mental: entre os desafios e perspectivas para efetivação de uma política intersetorial, integral e resolutiva

O presente artigo traz para discussão a prática profissional do serviço social na saúde mental, a partir da experiência de estágio curricular, desenvolvido no CAPS Escola, em Pelotas. Tem como objetivo demonstrar a importância da atuação em rede, como primeiro passo para o alcance de ações intersetoriais na saúde mental, a partir do processo de interlocução realizado no CAPS com as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Destaca, ainda, o papel fundamental da ação profissional do assistente social na construção de uma rede de cuidados dirigida para a integralidade do atendimento, tendo como compromisso a autonomia e desenvolvimento da cidadania do usuário da Política de Saúde Mental.

Acesse: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/viewFile/7384/5785

 

Serviço social e saúde: espaços de atuação a partir do SUS

Na saúde o Serviço Social tem espaços próprios e tradicionais de atuação, mas com o SUS se abriu muitos espaços interdisciplinares e intersetoriais no âmbito da gestão, planejamento da política, controle social, educação e promoção da saúde nos quais o assistente social pode desenvolver ações não exclusivas da profissão. Assim, este texto procura refletir sobre as possibilidades e novos espaços de atuação que os princípios do SUS, o conceito ampliado de saúde e os determinantes sociais da saúde estão colocando para as várias profissões, entre elas o Serviço Social. O pressuposto desta reflexão para identificar as potencialidades de atuação do assistente social na saúde está pautado nas semelhanças de fundamentos que possui o projeto ético-político da profissão com os princípios do SUS.

Acesse: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/sss/article/view/8634891

 

Para entender o Serviço Social na área sociojurídica*

Tendo como base as contribuições de Lukács para pensar o Direito, o artigo aborda as principais determinações do Serviço Social na área sociojurídica e discute se a melhor denominação seria “campo” ou “área” sociojurídica. Aponta ainda alguns dos desafios e possibilidades de atuação que estão postos aos assistentes sociais que trabalham nos espaços sócio‐ocupacionais próprios do universo jurídico ou que com ele têm interfaces.

Acesse: http://www.scielo.br/pdf/sssoc/n115/02.pdf

 

Código de Ética do/a Assistente Social Lei 8662/93 de Regulamentação da Profissão

10a Edição revista e atualizada

*Aprovado em 13 de Março de 1993 com as alterações Introduzidas pelas Resoluções CFESS no290/94, 293/94, 333/96 e 594/11

Texto com adequação de linguagem de gênero, conforme deliberação do 39o Encontro Nacional CFESS/CRESS

Acesse: http://www.cfess.org.br/arquivos/CEP_CFESS-SITE.pdf

 

CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 - TÍTULO VIII / Da Ordem Social

Acesse: http://www.cfess.org.br/pdf/legislacao_constituicao_federal.pdf

 

Serviço Social - Lei Organica da saude L8080 - Planalto

Mensagem de veto. Regulamento Regulamento: Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento...

Acesse: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8080.htm

 

L10216 - Planalto

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1 o Os direitos e a proteção das pessoas acometidas de...

Acesse: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LEIS_2001/L10216.htm

 

L8069Compilado - Planalto

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA: Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Título I. Das Disposições Preliminares...

Acesse: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8069Compilado.htm

 

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 20, DE 1998 - cfess.org.br

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 20, DE 1998 Modifica o sistema de previdência social, estabelece normas de transição e dá outras providências. AS MESAS DA CÂMARA DOS...

Acesse: http://www.cfess.org.br/pdf/legislacao_previdencia_social.pdf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 2017 Conselho Regional do Serviço Social 19ª Região.