Arte Materia ChapaPedido foi deferido pela Comissão nacional Eleitoral. Eleições ocorrerão nos dias 15, 16 e 17 de março de 2017!

Já está disponível a carta-programa da chapa única que concorre à direção do CFESS para o triênio 2017-2020. A chapa “É de batalhas que se vive a vida!” teve seu pedido de inscrição deferido pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) no último dia 19 de janeiro.

O CFESS, em cumprimento ao Código Eleitoral, disponibiliza a carta-programa da referida chapa em seu site.

No dia 10 de fevereiro serão divulgados os nomes das chapas inscritas nos CRESS e Seccionais de todo o Brasil, prazo para cientificação da decisão da CNE sobre o processo eleitoral nos estados. Entretanto, assistentes sociais podem ir acompanhando o processo eleitoral no âmbito regional pelos sites dos CRESS.

As eleições do Conjunto acontecerão nos dias 15, 16 e 17 de março. Cada Regional pode optar pelo sistema do voto presencial, pelo voto por correspondência ou por ambos, e somente assistentes sociais regularmente inscritos nos CRESS e Seccionais têm direito ao voto.

Nesse sentido, é importante que a categoria busque nos CRESS informações sobre o processo eleitoral em sua região, para saber qual o sistema de votação escolhido, quais as chapas concorrentes e quais seus programas de gestão, além de participar dos debates promovidos pelos regionais para apresentação das propostas das chapas.

Mobilização é fundamental

É importante ressaltar que o processo eleitoral do Conjunto CFESS-CRESS sempre foi ampla e democraticamente discutido com os regionais e suas bases. Para se ter uma ideia, o Código Eleitoral foi debatido e aprovado pelos CRESS nos Encontros Nacionais do Conjunto, que reúne assistentes sociais da base e da direção dos conselhos regionais de todo o país.

Portanto, quanto maior a participação da categoria, maior a legitimidade do processo.

Isso porque o CFESS é o único conselho federal de fiscalização profissional cuja direção é eleita pelos/as profissionais por meio de voto direto não obrigatório e com exigência de um quórum mínimo.

Em outras categorias, a diretoria é indicada pelos conselhos regionais por meio de assembleia, ou então por voto direto obrigatório.

“As eleições do Conjunto CFESS-CRESS significam um momento de renovação e afirmação da direção democrática na condução das entidades de defesa da categoria. É a categoria quem decide de forma direta sobre as futuras gestões do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Serviço Social e, consequentemente, sobre a direção política dada à profissão”, explica o presidente do CFESS, Maurílio Matos.

Ou seja, o processo eleitoral reforça também a defesa do projeto ético-político e o posicionamento transparente e plural do Conjunto.

“É fundamental que a categoria se envolva no processo eleitoral, acompanhe a divulgação das chapas, debata as propostas apresentadas e, principalmente, vote, seja presencialmente ou por correspondência”, conclui o presidente do CFESS.

Não se esqueça: as eleições ocorrerão nos dias 15, 16 e 17 de março! Participe!

Fonte: cfess.org.br